Insetos sugadores – percevejo de cama

Os percevejos de cama (Cimex lectularius) são considerados pragas urbanas por proliferar nas cidades e oferecer risco à saúde da população. De coloração marrom, possuem forma achatada e tamanho similar a um carrapato. Eles não voam e nem pulam, mas se alojam e se escondem facilmente em qualquer lugar da sua casa sendo difícil a sua erradicação. São insetos sugadores e, geralmente, são mais ativos a noite, picando e sugando o sangue do indivíduo enquanto ele está dormindo.

Nem todo mundo reage a picada do percevejo de cama da mesma forma. Normalmente a picada gera sintomas como vermelhidão, inchaço e, o pior de tudo, coceira. Se a coceira for severa, tratamentos com anti-histamínicos podem aliviar os sintomas. Contudo, apesar de não se ter o conhecimento de que o percevejo de cama dissemina doenças, ele tem causado, além da coceira, problemas psicológicos (pânico) e perda de sono nas pessoas picadas. Por esta razão, em algumas cidades, o aumento de infestação pelo percevejo de cama tem despertado a atenção dos órgãos públicos de saúde.

Atualmente ele tem se dispersado e multiplicado imensamente em diversas cidades do mundo. A infestação por percevejos de cama tem ocorrido não apenas em residências, mas também em locais públicos como escolas, lojas, hotéis, etc. Alojar-se em locais públicos tem facilitado a dispersão do Cimex sp. A mídia tem alertado que devido ao aumento do número de viagens, o trânsito de pessoas e bagagens pelo mundo tem aumentado bastante tendo como consequência a maior dispersão do inseto. O percevejo de cama tem trazido também grandes transtornos a hotéis e a companhias aéreas. A notícia mais recente se deu pela denúncia de uma família que durante um vôo pela British Airways, indo de Vancouver para a Inglaterra, foi vitimada por percevejos de cama que estavam alojados na poltrona do avião. O caso é que o problema tem sido tão grande e tão recorrente que sites foram criados para denunciar locais públicos onde o percevejo ataca e essa atitude do consumidor tem causado má reputação e prejuízo a algumas empresas, já que ninguém quer ir a locais contaminados por estes insetos.

Uma outra forma, até bem interessante, que tem facilitado a dispersão do inseto tem sido o comportamento das pessoas quando ocorre a infestação do inseto em seu domicílio. Por medo das consequências, as pessoas não noticiam o fato. Por exemplo, se o seu apartamento está infestado com o percevejo de cama, ninguém vem visitá-lo e muito menos o convida para uma visita justamente com o receio que você traga algum inseto e possa infestar a sua residência. Na realidade, esse tipo de comportamento acaba facilitando a disseminação do inseto, pois a pessoa não alerta os vizinhos sobre o problema permitindo que o percevejo, sem ser detectado, se espalhe. Imagine a ocorrência disso em prédios com apartamentos. Pois é! Esse problema ocorreu em 2010, quando Nova Iorque foi invadida não pelo Godzilla (como brincaram alguns jornais), mais sim pelo percevejo de cama gerando verdadeiros transtornos à população.

Controlar a infestação do percevejo de cama não é fácil e toma tempo, paciência e dinheiro. A biologia do inseto permite o transtorno, pois ele consegue sobreviver até um ano sem se alimentar, se reproduz rapidamente e seus ovos são resistentes a muitos métodos de controle. Além disso, são difíceis de serem encontrados e identificados, devido ao seu hábito críptico (i.e., hábito de ficar escondido) e devido ao seu tamanho diminuto. A melhor maneira de controlar o percevejo de cama é utilizar táticas de controle adotadas pelo manejo integrado de pragas, que utiliza informações sobre o ciclo de vida da praga e a sua interação com as pessoas e o ambiente em que vive. Iniciativas dentro deste contexto permitirão um melhor manejo da praga, utilizando meios mais econômicos e seguros. Porém, apesar de diferentes métodos de controle serem utilizados, o meio mais efetivo no controle do percevejo de cama é através do uso de inseticidas.

Finalizando, esta notícia é mais para servir como um alerta, pois já há notícias de que a incidência do percevejo de cama tem aumentado no Brasil. Isto tem ocorrido principalmente devido a inúmeras viagens feitas ao exterior pelos brasileiros nos últimos anos, ou pelo menos até 2014… Antes de viajar procure obter informação sobre o histórico da companhia aérea e de hotéis a serem utilizados. Cuidado com locais públicos, principalmente lojas de roupas em que há relatos de ocorrência do inseto – grandes lojas em Manhattan (Nova Iorque, EUA) já foram infestadas pelo percevejo de cama. Todo cuidado é pouco quando se trata de prevenir a infestação de um inseto como o percevejo de cama em sua residência. Afinal, ninguém merece ter esse transtorno, menos ainda em período de crise econômica, pois invariavelmente ele incorre em gastos financeiros elevados para lidar com o problema. O melhor é prevenir a amolação.

 

N.M.P. GUEDES

07/11/2017